Notícias da FVee

Informações e fatos mais relevantes sobre a categoria e seus pilotos.

Ex-motoboy e motociclista, novato Carlos Pássaro comenta o seu primeiro contato com a Fórmula Vee

Ex-motoboy e motociclista, novato Carlos Pássaro comenta o seu primeiro contato com a Fórmula Vee

Ele será um dos participantes do FVee Open, a competição exclusiva para novatos
que começa no próximo domingo no ECPA, em Piracicaba.

 Crédito das imagens deste artigo: Marcos Batista/Velocidade em Foco

 

Ex-motoboy e motociclista, foi assim que Carlos Pássaro descreveu o seu primeiro teste num Fórmula Vee, no último sábado (19/6), como preparação para o FVee Open, que começa no próximo domingo no ECPA, em Piracicaba:

 

Contatos imediatos de primeiro grau

"Fui um dos primeiros a chegar ao autódromo do ECPA e ao ver os carros ali estacionados tão perto deu um gelo na boca do estômago. A movimentação dos mecânicos era intensa, pois logo chegariam todos os pilotos na ânsia de acelerar os “brinquedos”.

Fui andar na pista para reconhecer suas descidas e subidas, seus pontos de frenagens e aceleração, onde havia sujeira ou marcas de pneus. Como sempre tem “aventuras” onde me meto, acabei perdendo parte do briefing... mas a organização me chamou de canto e passou os pontos importantes, visto que, sinalização e bandeiras já sei de cor dos tempos de motovelocidade e por assistir corridas de Fórmula 1 há mais de 30 anos.

A organização do evento forneceu todo o equipamento (capacete, Hans, luvas, balaclava e sapatilha). Vestindo o equipamento já estava me sentindo um piloto de fórmula e de fato são emocionantes esses bastidores de pista.

Entrando no carro, fui me encaixando e logo pedi um apoio para coluna (que já é quebrada...kkk), o mecânico que estava me dando as dicas do carro prontamente foi buscar um encosto de espuma que caiu como uma luva. O carro tem algumas particularidades como embreagem de cerâmica que é muito sensível, ou seja, não pode “descansar” o pé no pedal senão a embreagem queima e tchau corrida. Sistema de segurança, extintor de incêndio entre outras dicas muito importantes.

 

 

Vamos para a pista... engata a primeira, solta a embreagem e “vai meu filho”

A primeira impressão foi que voltei no tempo das corridas de Fórmula 1 dos anos 80 e 90, pois o volante “pelado” me fez remeter ao passado em um vídeo do Ayrton Senna em Mônaco onde pela câmera dá para ver o volante, um pedaço da frente do carro e as rodas logo à frente.

Pilotando o carro, foi uma emoção indescritível: ele é estável, porém não dê pé no momento errado que ele roda mesmo. A briga maior é com o volante que não tem nada de hidráulico... é na unha!

Na medida que fui ganhando confiança, fui acelerando mais. Foram voltas rápidas e também duas rodadas para a conta (nada grave). A preocupação em ficar preso no carro passou em um minuto, pois a “brincadeira” é fantástica.

Neste domingo 27/06 teremos a primeira corrida e a intenção é seguir em busca do pódio..."

 

Carlos Pássaro participa pela primeira vez da FVee

com o apoio da VGCom e do Portal #falapiloto

 

 

 

 

 

 


Buscar em notícias

Outras Notícias

© 2016-2021 FVee Brazil. Todos os direitos reservados. Designed by GroovePix.