Pilotos fora da pista

Conheça as histórias e o dia-a-dia dos pilotos quando não estão pilotando na Fórmula Vee.

Lucca Pagotto: do cuidado com carros antigos para a mais tradicional categoria do país

Lucca Pagotto: do cuidado com carros antigos para a mais tradicional categoria do país

Ao lado do pai, ele começou a trabalhar com carros históricos,
aprendeu a dirigir num Fusca 1968 e hoje já se destaca na Fórmula Vee.

 Imagem da capa: O piloto Lucca Pagotto com um FVee em uma das exposições de carros antigos promovidas por seu pai.
(Foto: Marcos Batista/Velocidade em Foco)

Por Fernando Santos

 

A paixão por automóveis vem do berço. O pai, Fábio de Cillo Pagotto, é um expert em carros antigos. Por isso, logo cedo, o então garoto Lucca Pagotto começou a manobrar o Dodge Dart de três marchas e aprendeu a dirigir num Fusca 1968. Além disso, a família é vizinha do autódromo de Interlagos. Não demorou para chegar à Fórmula Vee.

Assim, o destino reuniu a mais tradicional categoria do automobilismo brasileiro com o jovem piloto que cresceu acompanhando o pai em exposições e eventos de carros antigos.

Eu sempre estava junto com ele, ajudando a manobrar os carros, conhecendo as características e peculiaridades de cada um deles. Era como uma viagem no tempo, e ainda podendo aprender sobre a evolução e as novas tecnologias que eram implantadas a cada época”, conta Lucca Pagotto, hoje com 21 anos.

 

Lucca Paggoto com o pai, Fábio de Cillo Pagotto, preparando-se para prova da Fórmula Vee na Copa ECPA, em Piracicaba.
Crédito da imagem: Fernando Santos/Divulgação FVee

 

Mas estacionar e levar as máquinas antigas de um lado para o outro não eram suficientes para animar o garoto. Lucca procurou algo mais emocionante. Desde os seis anos ele já tinha corrido de kart. E tentou seguir o caminho da maioria dos pilotos.

Eu competi de kart até os 14 anos. Mas chega um momento onde é preciso investir para ir mais longe. Foi quando percebemos que os custos estavam muito elevados e escolhi um outro caminho”, conta.

Durante cinco anos, Lucca investiu nos estudos. Ele foi para os EUA participar de um intercâmbio no ensino médio e mais tarde ingressou na faculdade de economia.

 

O jovem piloto Lucca Pagotto em disputa da Copa ECPA de Fórmula Vee, em Piracicaba.
Crédito da imagem: Fernando Santos/Divulgação FVee

 

Quando voltou ao Brasil, retomou algumas competições de kart. O pai então lembrou que já tinha participado do Curso Marazzi, criado pelo ex-piloto Expedito Marazzi, que dirigiu e ensinava justamente com um Fórmula Vee.

Meu pai falou da época em que correu de FVee e como moramos em Interlagos sempre acompanhamos as provas no autódromo. Por isso, andar de Fórmula Vee foi como sair de casa e ir para o quintal”, conta Lucca.

Em 2020, ele participou de treinos, aulas de pilotagem e começou a competir nas provas da Copa ECPA de Fórmula Vee, em Piracicaba, no interior paulista. Sempre acompanhado pelo pai.

Foi muito legal voltar a competir, e desta vez num carro com muita história, por onde passaram Emerson e Wilsinho Fittipaldi, Nelson Piquet, Niki Lauda e tantos outros grandes campeões”, diz.

A paixão de uma família por carros antigos encontrou-se assim com a categoria mais tradicional do automobilismo brasileiro. A FVee começou a ser disputada no país em 1967, quando Emerson levou o primeiro título nacional.

Em 2021, Lucca Pagotto conquistou os seus melhores resultados na Fórmula Vee. Ele terminou a Copa ECPA na terceira colocação. E agora é hora de deixar o passado um pouco de lado e olhar para o futuro.

 

Lucca Pagotto (à dir.) no pódio com o terceiro lugar na classificação final da Copa ECPA de 2021.
Crédito da imagem: Fernando Santos/Divulgação FVee

 

Eu pretendo continuar competindo na FVee e também aprimorando os meus conhecimentos nesta área. Já trabalhei com a Audi durante dois anos e acredito que o meu caminho estará ligado com os carros, como sempre foi com a minha família. É uma grande alegria poder viver ao lado do que a gente ama, e a Fórmula Vee me ajuda a seguir em busca dos meus objetivos.

 

  

 

 


Buscar em Pilotos fora da pista

© 2016-2022 FVee Brazil. Todos os direitos reservados. Designed by GroovePix.